26 dezembro 2011

O que é a Saudade?



Se a saudade não tem tradução, também não tem explicação
O que é a Saudade?
É sentir a falta antes de partir,
Ou é sentir alegria na chegada
A saudade é tristeza ou alegria?
É a angustia de um tempo que vai chegar
Ou que já passou?
Será um nó na garganta, um soco no estômago ou alegria no coração?
É composta por lágrimas ou sorrisos?

20 dezembro 2011

Imaginemos que estamos em 1385


           Imaginemos que estamos em 1385, mais precisamente no dia 14 de Agosto. Imaginemos que estamos em Aljubarrota perante o início de uma grande batalha contra os espanhóis e à frente de todos nós temos o Condestável  Nuno Álvares Pereira que num discurso inflamável e patriótico, dirige-nos as seguintes palavras:
        - Caro Povo Português aproxima-se no nosso caminho uma batalha muito difícil, de grandes sacrifícios para o nosso país. Perante estas circunstâncias, aconselho-vos a fugir ,começando pelos mais novos e depois devem ir os que nos ensinam a combater. 

13 dezembro 2011

A Profundidade da Crise


                A crise seja ela Global, Nacional ou Regional não é profunda, porque se assim fosse sabia-se onde está o fundo para assentar os pés e começar do zero. A crise apenas não tem fundo, isto é, olhar para o fundo da crise e olhar para o espaço é a mesma coisa. O endividamento externo tornou-se insustentável para os povos por diversas duas razões:
1.                                  1. Organizar o país para ser financeiramente autónomo, de modo a não pedir mais dinheiro;
produção na Manjedoura
2.                                  2. Produzir excedente para pagar a divida.
                Com os juros e a competitividade dos mercados muito difícil chegaremos a um estado que produza excedentes para garantir um sistema agradável a nível da educação, saúde e cultura. Desta forma durante várias décadas (3 ou 4) andaremos em recessão, a empobrecer durante 30 ou 40 anos.

12 dezembro 2011

O Alberto e o Passos



Segundo a wikipedia:
" O Tamarilho por vezes escrito tamarillo, tomate japonêstomate inglês ou tomate arbóreo (estes dois últimos nomes usados na Madeira), é o fruto da espécie Solanum betaceum, pertencente à família Solanaceae.
Nativa dos Andes na América do Sul, é rica em vitamina A, sendo indicada para controlar ocolesterol[carece de fontes]. É apreciada ao natural e seu sabor agridoce também pode ser explorado com sucesso no preparo de sucosgeleias ou compotassalada de frutas e molhos para acompanhar carnes"
Na Ilha da Madeira chamámos de tomate arbóreo ou tomate inglês. A produção do tamarilho na Manjedoura está um pouco fraca pois a árvore dura pouco menos do que um ano, devido à humidade e também devido ao amadorismo do seu cuidador.
Agora é que percebi o mal entendimento entre o Tio Alberto e o Passos Coelho: o Primeiro Ministro não está a perceber a linguagem do Presidente do Governo Regional da Madeira ou está a perceber, mas como não tem mais dinheiro para dar,  não o liga.

09 dezembro 2011

29 novembro 2011

Sei um ninho.
E o ninho tem um ovo.
E o ovo, redondinho,
Tem lá dentro um passarinho
Novo.

Mas escusam de me atentar:
Nem o tiro, nem o ensino.
Quero ser um bom menino
E guardar
Este segredo comigo.
E ter depois um amigo
Que faça o pino
a voar .

Miguel Torga 1907-1995

Pois, ando desiludido com o mundo em particular, mas com a vida em geral não.

24 novembro 2011

Fazer ou não fazer greve?



                Indignado e em greve estou, contra as medidas de austeridade, contra a inúmeras injustiças socias, contra os corruptos que não são presos, contra os bancários que nos assaltam, contra as televisões que nos empobrecem o espirito e até estou indignado contra um galo que canto uma hora antes de acordar. Pois, mas  isto já não há volta a dar .
                Infelizmente, já está em queda a civilização ocidental. A industrialização já  não produz empregos suficientes ; o capitalismo cresceu tanto fazendo desaparecer o dinheiro, distribuí-lo agora justamente é impossível. A globalização neoliberal acabará por reclamar para as grandes  empresas o resto dos recursos através do consumismo desenfreado . As democracias europeias estão a definhar nas mãos dos bancos, a representatividade e o pluralismo dos povos nas Assembleias não existem
                Resta-nos preparar as próximas geração para sobreviverem.
                E ainda  resta para alguns a utopia 

15 novembro 2011

E depois da tomada de Posse do Governo Regional

Tangerinas

E depois da tomada de Posse
                Imaginemos que o governo regional da madeira irá ter que reduzir 15% nas despesas já e só para ano 2012. A espectativa do preocupado povo madeirense é esta: onde é que o governo vai cortar? Pois, como var cortar nas despesas já todos nós sabemos: aumento de impostos, redução nos ordenados, despedimentos, redução ou eliminação de subsídios e não investimentos. O povo sabe então que dificilmente viveremos como dantes e sabe por  experiência próprio os métodos de redução de despesa, não sabe é onde irá recair ou melhor a quem irá afetar. Alguém diria que o povo paga sempre a crise. Sim, mas nunca ouvi ninguém como o nome de povo.
                Dirigentes de associações: - os cortes nos subsídios aos clubes desportivos e demais associação nem pensar, pois colocará em causa a sua função social e de formação.
Diretores de escolas – Já não podem reduzir mais, só se for com despedimentos de professores;
               Autárquicas  - precisamos é de mais dinheiro para pagar as nossas dividas, o corte nesta área é impensável;
               Médicos: Aumentem as taxas aos doentes e despeçam os enfermeiros porque são muitos. E quem estiver á rasca  vai para o privado;
               Dirigentes políticos e empresariais. Não cortem nas subvenções aos partidos, pois são importantes para as campanhas eleitorais e para a democracia;
               Juízes:-
               Reformados:  Não me cortem na(s) reforma(s) porque trabalhei uma vida para isto e além disto as reformas são pagas pelo governo central.
               Rendimento mínimo: O meu subsídio também vem do continente.
               Falsos inválidos: O meu também.
               Manjedoura: Concordo que cortem em todos, logo que não me afete para mim está bom.
Eis a verdadeira questão a fazer : onde é que o governo regional vai cortar para que reduza a despesa já no orçamento para 2012. 

09 novembro 2011

Assembleia Legislativa Regional : Tomada de Posse


Anedota:
Ao passar pelas ruas do Funchal, ouvi dois Madeirenses a falar do ardo trabalho dos deputados na Assembleia Legislativa Regional:
- um dia deste vou até à Assembleia e deito lá uma bomba.
- Amigo, não faças nada disso, olha que a bomba ainda te arrebenta nas mãos.

05 novembro 2011

todos nós somos gregos



                Se a Grécia pariu a cultura ocidental, sendo pois o berço da europa, tem legitimidade histórica para destruir a ditadura do capitalismo e reiniciar a democracia. Quanto será a divida cultural apresentada pelos países em relação à Grécia. Imaginemos toda a imensa herança grega contada nas bolsas de valores. Imaginemos todas as universidades, escolas, ciências, filosofias, e demais instituições e correntes a pagarem um imposto por estarem a usufruir de um bem ancoradouro de muitas sociedades. 

25 outubro 2011

Tempo perdido

Por mais que queira datar o que escrevo

Não encontro o tempo:

Nem hora, nem dia e nem mês.

Por mais que queira organizar o caos

Há sempre um vento que sopra.

Talvez deveria fechar a janela ou a porta;

Comprar um relógio, marcar o tempo, agendar a sorte e o azar, encaixotar.

Descer para baixo

Subir para cima

Voltar ao ventre.

 
ZJ

24 outubro 2011

divida: um trocadalho do carilho.

Na CRISE, os grandes malucos dos bancários portugueses compraram divida grega e agora vão perdoar metade da mesma em tempo de austeridade para o povo português, mas que trocadalho do carilho.

03 outubro 2011

viver acima das possibilidades

Querem meter na cabeça que eu tenho andado a viver acima das minhas possibilidades: tenho passado férias nas Caraíbas no verão, no inverno tenho visitado as capitais da Europa, nos fins-de semana tenho passado férias na casa de campo no Algarve, os cruzeiros já nem tenho a conta de quantos fez; que não devia de ter três carros top-de-gama na garagem e um novo Audi na oficina e optar por um carro simples e barato; era também desnecessário a piscina em casa bastava um duche de chuveiro, o meu guarda-fatos de roupas de marcas teria de passar a gangas; deveria de jantar em casa em vez de ir para restaurantes finos da alta sociedade, de noite não deverias de frequentar festas e galas; acham que deveria despedir o motorista e as empregadas lá de casa e outras coisas mais. Em suma, a minha boa vida de mordomias, vícios, despesismos e de não fazer nada , pois acordava tarde e muitas noites nem dormia pois era tanta a preocupação de gastar o dinheiro, tinha chegado ao fim e que agora tinha de fazer sacrifícios para recuperar o país.
E agora? Eu que sempre vivi despreocupado, com montes e montes de dinheiro, chegava a gastar nos Casinos cinco mil euros numa só noite, teria de pagar a luz e outros bens essenciais mais caros , entregar metade do subsídio de férias , consumir na integra o IVA , contar todas as moedinhas para cobrir todas as despesas do mês e o pior de todo tinha de acordar cedo para trabalhar o dia inteiro.
Era inacreditável o meu modo de vida, vivia de facto acima das minhas possibilidades, ainda bem que temos uma classe politico-jornaleca que fez-me ver o caminho certo como cidadão português exemplar, que deve trabalhar de sol a sol e pagar os seu impostos humildemente.

Na foto o mesmo feijão passado 5 dias.

27 setembro 2011

sobre o buraco na Madeira

Sobre o buraco na Madeira
Primeira impressa:
-FOGO. Com tanto mar, um grande oceano, tinha de cair mesmo, mesmo no meio da ilha da Madeira.
Segunda impressão:
Sem estar a desculpabilizar ninguém, diria aos políticos todos:
Quem não têm “buracos” que atire a primeira pedra.

20 setembro 2011

Politicos e Juizes

O que mais me irrita em Portugal já não é o aparecimento de dívidas e derrapagens, avaliadas por TROIKAS, tribunais de contas, INE e outras, nem já me irrita os planos de reestruturação ou de austeridade, até a casa dos segredos já não me irrita, mas o não aparecimento de culpados deixa-me indignado. Entre a avaliação da divida e o plano de reestruturação deve haver o apuramento de responsabilidade e quem desviou ou cometeu erros deve assumir as consequências. Não são consequências politicas, mas sim consequências criminais: prisão ou devolução do dinheiro.
Este problema não é só na Madeira é em todo o País. Para os políticos compensa aldrabar a coisa pública, porque estão protegido pelas leis e pelos juízes, é a promiscuidade entre o poder político e o poder judicial.
Sendo assim, os planos de austeridade são a priori injustos
Muitos gestores, engenheiros e políticos que cometeram erros devem devolver o dinheiro, com os tribunais a confiscar os seus bens. Mas não, esses vão continuar com os seus carrões, as suas mansões, iates alguns já com aviões. A reestruturação da divida deve começar pela recuperação do dinheiro em falta ou prisão de alguns. No caso BPN, alguém devolveu dinheiro ou alguém foi preso.
E o Agnus povinho vai continuar a pagar e a coçar nos culh
Na imagem - Feijão Verde

19 setembro 2011

o Buraco na Madeira


Será que o buraco nas finanças madeirenses não será maior do que o Curral das Freiras?


Uma anedota:

Uma senhora foi para a maternidade para ter dois bebés: 1 rapaz e 1 rapariga gémeos.
Em homenagem à sua terra ela chamou a menina de Madeira e o menino de João Jardim.
O Dr. Alberto João Jardim, ao saber da notícia, foi visitar a mãe e bebés. Ao chegar, a Sra. estava a dar peito ao menino e o Sr. Jardim tenta agradecer pela linda ideia dos nomes.
A Sra. interrompe-o e diz baixinho:
- Chiiiiuuuu!!! Se a Madeira acorda, o João Jardim não mama mais...

31 agosto 2011

emprego




InFELIZmente, também terei de regressar ao emprego.
Infelizmente é uma palavra derivada por prefixação e sufixação.
É um advérbio de modo que nunca se sabe quando diz a verdade ou a mentira.
Pois, é contrariado pelo prefixo in- e trancado pelo sufixo –mente.
Mente desavergonhadamente
Ficou então na mente esta homonímia.

01 agosto 2011

aviso

Aviso
E o primeiro a dizer que os professores estão sempre de férias, estará sujeito a levar um soco nas ventas.
E se alguém se atrever a dizer que os professores ganham bem.
Aí eu já não respondo por mim.

15 julho 2011

diz

Triturar sentimentos

A confusão e o sobressalto da hora
Complicações e desesperos da vista
A presença do medo
A ausência
Para que servem as longas noites
Saudades no sair
Procura no chegar
Passado e futuro
Misturar e fermentar

Percorrendo as montanhas debaixo acima, de vale em vale
Em corridas e saltos apanhando chuva e sol
Assim, tenho andado

zj

30 junho 2011

desaBAFO literário: Loucura

Assim se foi, apesar de Dom Quixote o importunar ainda para que ao menos lhe visse fazer duas loucuras. Mas nem tinha andado cem passos, quando voltou e disse:
_ Digo, senhor, que vossa mercê disse muito bem que para que eu possa jurar sem carga na consciência que o vi fazer loucuras, será bom que veja uma, se bem que uma, e bem grande, lhe vi fazer já, ficando vossa mercê só.
- Não to dizia eu? – disse Dom Quixote – Espera, Sancho, que num credo a farei.
E despindo os calções a toda a pressa, ficou em carnes e roupa de baixo, e logo, sem mais aquelas, deu dois saltos no ar e duas cambalhotas, com a cabeça em baixo e os pés no ar, descobrindo coisas que, para não as ver outra vez, Sancho soltou as rédeas a Rocinante, dando-se por contente e satisfeito de que podia jurar que o seu amo estava louco. Assim, deixá-lo-emos seguir o seu caminho, até à volta, que não tardou.” In D. Quixote de La Mancha, de Miguel Cervantes

Sobre esta obra alguém disse : Parabéns a quem ainda não leu, porque ainda terá oportunidade de a ler.

26 junho 2011

Ingenuidade agrícola

E eu que pensava que estes mamoeiros iam dar mamões para sempre.
Regava, adubava e tratava até com produtos químicos
Alegremente, apanhava grandes e bonitas frutas.
Enganei-me por completo. Reparei que o tronco irremediavelmente está a começar apodrecer.
Disseram-me que é devido ao clima muito húmido.
Ainda perguntei se havia alguma derradeira formula destas plantas produzirem mais.


Indicaram-me uma calda de químicos que aplicada ao tronco faz conservar os mamoeiros.
Mas, cá para mim se eu quiser ter mais mamões tenho de plantar novos mamoeiros.
É a vida.

Nota: qualquer comparação com a politica é mera coincidência ou pura imaginação do leitor.

14 junho 2011

Diversificação agricola: tomate capucho

Diversificação agricola

Nome Popular: Fisalis, Camapú, Bucho-de-rã, Joá-de-capote, Juá-de-capote, Mata-fome, Canapum, Camapum, Bate-testa, Juá-roca, Saco-de-bode, Alquenquenje, Erva-noiva, Cerejas-de-judeu, Balão, Tomate-lagartixa, Tomate-barrela, Tomate-capucho, Capucho, Juá-poca, Camaru, Fisales, Físalis


O gênero é caracterizado pelo laranja pequenos frutos semelhantes, forma, tamanho e estrutura para um pequeno tomate , mas em parte ou totalmente fechado em uma casca de papery grande derivada do cálice .

O típico Physalis fruta é semelhante a uma empresa de tomate (de textura) e, como morangos ou outra fruta de sabor, pois eles têm um refrescante, acidez suave. A maioria - mas não todas - as espécies physalis produzem frutos comestíveis, com sabor lembrando de uma base de tomate / abacaxi-como mistura. Algumas espécies, como cassis capa e tomatillos tem numerosas cultivares nomeado, que oferecem uma variedade de sabores de torta de doces a salgados. Physalis fruta tem cerca de 53 kcal por 100 gramas, [ 4 ] e são ricos em criptoxantina .

Os fruto dos Physalis são bonitos, ricos em vitaminas C, A e mineirais e têm sabor ácido e doce, sendo amplamente utilizados in natura, simplesmente banhados em chocolate ou envolvidos com creme chantilly.

Na medicina chinesa , a Physalis é usado como um remédio para abcessos, tosse, febre e dor de garganta, entre outros.

http://en.wikipedia.org/wiki/Physalis

08 junho 2011

escrever...

Procuraria escrever sobre mares e montanhas, sobre verdejantes prados alimentados por rios ou ribeiras, a natureza das coisas pintadas por palavras coloridas e calmas.

Exploraria sentimentos de amor e compaixão, de perdas e reconciliações , derramando tinta em linhas angustiantes .

Incendiaria as lutas e a indignação, esgrimindo as injustiças, a desumanidade, enchendo de pólvora estas páginas.

Desenharia traços, curvas e rectas, rascunhando em poucas letras o que me vai na mente e na alma.

Invocaria as penas de escritores, como Eça e Garrett e as armas dos revolucionários Ché e Trotsky. Enunciaria aindaartigos de constituições e declarações.

Mas as imagens que me surgem nos recantos da imaginação, nas corridas e embates neuronais, pouco a pouco escurecem a vontade de escrever sobre isto ou sobre aquilo.

Abacaxi/ananás - imagem Retirada da Manjedoura

27 maio 2011

Entusiasmo ou espectativa

E porque não



indignação


Dia 4 e 5 de Abril


união


Dia de reflexão?


revolução


Dia de eleições?


Todos nas ruas


Nas praças principais


Junto a estátuas


Democracia real, já


o outro mundo é possível


Entusiasmo ou espectativa

26 maio 2011

Revolução Real, Já ... em Portugal também.

Em Portugal




Continuamos a olhar para pesados pesos

Espantados a ver o Canal na tribo perdido

À espera do último a sair

E a olhar para os nabos nos mercados

Prometendo lebres

20 maio 2011

Será que já se deu início a uma grande revolução mundial e ninguém me avisou?




Democracia Real Já
Em Itália
L'Italian Revolution


Em Espanha
Spanish Revolution


 
“ Os políticos não ouvem, os bancos têm sequestrado o país e partilharam os despojos das nossas vidas em casa, em colaboração com todos os partidos e sindicatos corruptos, com a impunidade ea passividade dos juízes e procuradores, para permitir ao país se tornar um grande estado feudal, onde poucos estão acima de qualquer lei, para o qual é lícito roubar enganar e conseguir todos para fora.” Texto retirado do blog Democracia Real Já Barcelona


E será que a internet como meio por excelência do poder dos banqueiros, políticos e empresários será o mesmo que o irá distruir?


Quém é que mandou entregar uma arma tão poderosa a cada um de nós (blog, twitter, facebook, YouTube, websites).


Isto está a acontecer agora e em tempo real nas ruas … ou será utopia.


19 maio 2011

não ligo a politica

agora dedico-me à agricultura...
não quero saber da expeculação financeira
estou-me nas tintas para a campanha eleitoral
para mim pode ganhar o Socrates, o Coelhos ou eles todos ao mesmo tempo.
Que se lixe a divida pública
eu não devo nada a ninguém.
Quanto ao empréstimo
também não pedi nada a ninguém.
Apresentem programas de governo
corram pelos mercados
debatam nas televisôes
distribuam panfletos e propaganda
Não estou minimamente interesado
E tenho mais que fazer

08 maio 2011

Patrão fora, dia santo na loja

Jornalitico - E depois da Troika ir embora?

Manjedoura: - Não seria melhor avisar alguém que a Troika deveria ficar por aqui mais uns aninhos. Pois já está mais que comprovado que a classe politica não sabe governar isto e depois do triunvirato sair de Portugal vai continuar o regabofe, daqui a três anos deficit alto de novo e daqui a doze anos outra vez o FMI.

Jornalitico: A Troika vai supervisionar as medidas trimestralmente.

Manjedoura: E há quanto tempo a CEE vem alertando o bom aluno para o bom comportamento e cada vez tem sido pior.

Jornalitico: Então o que sugere?

Manjedoura: Já que os Patrões estão aí que fiquem mais três ou quatro anos nos gabinetes da administração pública. Porém, se o patrões não podem, pois já devem estar a preparar a intervenção na Espanha, que deixem um grupo de técnicos a executar o plano. Já está mais que comprovado a falta de competência dos políticos. Depois digam que não avisei.

04 maio 2011

(desa)bafo

Peçam-me para fazer de palhaço
ou mesmo de bobo da corte,
posso fazer cambalhotas e mesmo o pino,
 até sei rugir como um leão,
 mas não me peçam para fazer coisas só para “inglês ver".

02 maio 2011

A 5 de Junho venha o diabo e escolha

Sabemos nós e o resto dos portugueses que quem nos vai governar felizmente ou infelizmente é a Troika , o FMI ou melhor os nossos credores e ponto final.


Agora é melhor a troika governar com o partido socialista como fantoche politico, do que como oposição. Desta forma e por incrível que pareça o nosso Sócrates pode ganhar as próximas eleições de novo. Porreiro pá! Pois não convém à troika governar com os fantoches políticos do PSD e PP, deixando caminho aberto para as convulsões sociais ( greves, manifestações e outras) impulsionadas por toda a esquerda.

Depois, acrescentando toda a máquina governativa e partidária do PS em campanha e retirando o número elevado de abstenções, votos nulos e em branco, ganha-se as eleições com os votos dos militantes, dos boys, dos subsidio-dependentes e de alguns distraídos.

Ou existe o consenso entre o PS e o PSD antes das eleições, o PP não passa literalmente de um submarino e não é necessária mais uma troika, ou venha o diabo e escolha.

29 abril 2011

Casamento real a nu

Hoje por todo o lado que andava era só o casamento real , até os republicanos, que já mataram reis babavam-se. Penso que na Libia de kadafi pararam os conflitos para ver o casamento surreal e mesmo os miúdos em África fizeram um longo intervalo, deixando de comer, para assistir ao momento cavaleiresco. Sem dúvida.


Depois peguei no comando, passando nos canais de televisão, lá estava o real casamento dos Ingleses em directo, com enviados especiais, comentadores , analistas em quase todos os canais. Milhões e milhões de telespectadores, menos eu, a delirarem com um casamento teatralizado pelo capitalismo jornalístico.

E para mostrar que não sou sempre do contra, prometo que com toda a promiscuidade aguçada e com todo o espírito perverso do mundo, vou ligar, à noite, o canal Playboy para ver a lua-de-mel dos recém-casado.

27 abril 2011

Portugal em 2025

      Verdes terras, poios verdejantes até ao cimo das montanhas, cheios de milho, trigo, batata, vinhais perdidos nas sobranceiras das encostas, fruteiras em flores despertam as abelhas e nas levadas brilham a água de rega, palheiros de gado, vacas, ovelhas, carneiros, porcos e coelhos, caminhos estragados pelo passar das pessoas. Assim em pleno dia de verão de 2025 olhava o Exercista para a paisagem agreste da encosta nortenha da ilha da Madeira toda cultivada.

      Lembrava-se do que lhe diziam os antigos que haveríamos de chegar ao dia em que estes vales e estas planícies iam-se encontrar novamente cultivadas e muita gente iria passar fome. Lembrou-se também de finais de 2012, do ano em que se desmoronou o mercado financeiro, com o colapso total da bolsa de valores de Nova York, que iniciou até hoje a desvalorização do comércio livre e da moeda. A profunda crise social e económica, o desemprego, a falta de dinheiro em circulação, o endividamento público e privado, tem levado cada vez mais as pessoas à agricultura devido á escassez de bens e também pelo facto das pessoas não conseguirem imigrar, pois noutros países a situação estava igual ou pior. A Madeira perdera a capacidade económica para comprar muitos produtos lá fora, obrigando-nos a produzir a nossa própria alimentação.

     O Exercista era um Guarda Agrícola que tinha como responsabilidade a vigilância das propriedades agrícolas, observando os campos através dos postos de vigilância ou percorrendo constantemente os íngremes poios. Profissão criada em 2018 para combater os constantes roubos dos alimentos cultivados.

22 abril 2011

Liberdade de expressão

“ Tudo isto te isenta e liberta de todo o respeito e  obrigação, e podes assim dizer sobre a história tudo aquilo que te parecer, sem medo que te caluniem pelo mal nem te premeiem pelo bem que dela disseres.”  Miguel de Cervantes (1547-1616)
D. Quixote e Sancho Pança ( ilustração de Gustave Doré)

e

BOAS PÁSCOAS

20 abril 2011

Magistratura de influência no facebook

• Aníbal Cavaco Silva

Os tempos actuais constituem um sério desafio para a credibilidade do projecto de uma Europa unida, tal como foi sonhada e concebida pelos seus fundadores, há várias décadas. Se a integração europeia for dominada pelos egoísmos nacionais, o projecto de uma União afasta-se do sonho dos seus fundadores e de grandes europeístas que se lhes seguiram, pois, verdadeiramente, não será de uma autêntica União de que falamos, mas de uma simples conjugação episódica de interesses de cada um dos Estados-membros.” In http://www.facebook.com/profile.php?id=100000926637955#!/CavacoSilva

Parabéns senhor presidente, acho bué da fixe utilizar a magistratura de influência através da rede social o facebook. Vou até recomendar o facebook da shakira para sua amiga, pois tem fotos muito giras. Também recomendo a Causa destinada a Apoiar a Extradição de Renato Seabra para Portugal e em troca gostaria que o senhor presidente envia-se uma vaca para o meu Farmville.


17 abril 2011

FMI /Partidos Politicos - Negociata

      O que o FMI veio a Portugal fazer é um mero negócio, em que nos vai emprestar dinheiro para comprarmos os produtos aos países que suportam financeiramente esse Fundo. Milhões de euros para comprarmos submarinos, carros, computadores, telemóveis, todos os produtos do norte da Europa ( reparem na origem dos produtos que compramos ) e ainda vamos ter de pagar a divida. A margem de negociação política é não nos tire as nossas mordomias e luxos, ou seja, os partidos políticos irão concordar com estas condições: - não mexam nos nossos ordenados , não nos tirem os carros de luxo, motorista e batedores , não retirem o financiamento aos partidos, não retirem os complementos de representação , não mexam nas nossos reformas, não mexam nos ordenados dos nossos amigos que se encontram nas empresas público-privadas .
      E assim é feito o acordo com o FMI, ficando depois os políticos com a ajuda da comunicação social, de incutir no povo a necessidade de fazer sacrifícios que sempre viveu acima das possibilidades. O Povo como é sereno e acredita nas novelas vai continuar a suportar as austeridades por mais uns bons anos.
      Em suma um grande negócio.

15 abril 2011

Cuidado ao comprar pela internet

ATENÇÃO !!!








Isto não é uma corrente!!! Mas precisa ser repassado para todos os seus amigos homens.





NOVA FRAUDE NA INTERNET. Vejam como funciona:







Um amigo pagou $100 dólares por um aparelho para aumentar o pênis

Sabe o que eles lhe enviaram? UMA LUPA!!!!!!!





Tenha cuidado.



Não vá cair, nem deixe seus amigos, cairem nesse golpe.

09 abril 2011

Subsídio de férias (Despacho 20110401/2011) é Falso.

Mea culpa



O Despacho 20110401/2011 que retira o subsídio de férias, o qual recebi por email e que postei anteriormente é falso, não existe ( foi uma brincadeira do 1 de Abril).


Por isso aqui vai em primeiro lugar um obrigado ao António Parada e um pedido de desculpas aos leitores do blogue.

subsídio de férias: já foste.

04 abril 2011

Quem é responsável pela crise politica e económica em Portugal?



retirado  do google
 (...) 
“- Ciclope, perguntas-me o meu nome. É muito conhecido. Mas já que o ignoras, vou-to ensinar, e terás depois de me entregar o presente prometido. Chamo-me NINGUÉM; meu pai e minha mãe chamavam-me assim, e todos os meus companheiros me chamam NINGUÉM.


_ Ah! Sim, respondeu o ciclope. Pois já que te chamas NINGUÉM, NINGUÉM será o último de vocês todos que eu devorarei. É esse o meu presente!

Ao acabar de dizer estas palavras, tombou para o lado, a cabeça dobrada sobre o ombro, ébrio de todo. Um sono profundo e toma, e ressona estrondosamente. Não perco um minuto – vou buscar a estaca preparada, aqueço-a na cinza ardente, e estimulo a coragem dos meus companheiros. Juntamos as nossas forças, e no olho cerrado do ciclope enterramos o madeiro ponteagudo. Faço-o andar à roda como penetrante verruga. E, antes mesmo que o ciclope acordasse , já o tínhamos cegado.

Mas desperta por fim, e começa a bramir raivosamente, torcendo-se de dores. Afastámo-nos para longe, não fosse ele deitar-nos a mão! O mostro gritava por socorro, chamava aflitivamente os outros ciclopes. Vêm todos, acodem todos, e do lado de fora do antro, fechado ainda, interrogam-no:

- Que te aconteceu, Polifemo? Porque nos acordas no meio da noite? Quem te fez mal? Alguém atenta contra a tua vida?

- O terrível polifemo responde lá de dentro: _ Ai! Meus amigos, é NINGUÉM que me mata, é NINGUÉM!

- Então, dizem ele, se ninguém te faz mal, de que te queixas? O teu mal não tem remédio, e não lhe sabemos a causa. Tem paciência e sofre com resignação…

E voltaram para as suas cavernas, enquanto eu ria ao pensar na bela ideia que tivera, baptizando-me com o nome de NINGUÉM…”

(...)

In A Odisseia de Homero de João de Barros


Parabéns Porto

02 abril 2011

contactos do FMI para se alguém precisar.

Ah! Já ia  esquecendo.



Deixo aqui os contactos do FMI para se alguém precisar:

Headquarters 1 (HQ1):

International Monetary Fund, 700 19th Street, N.W., Washington, D.C. 20431

Headquarters 2 (HQ2):

International Monetary Fund, 1900 Pennsylvania Ave NW, Washington, DC, 20431

Telephone Operator: + 1 (202) 623-7000 • Fax: + 1 (202) 623-4661



Offices in Europe

Paris Office

64-66, Avenue d'lena

75116 Paris, France

Tel: + 33 (1) 40 69 30 70

Fax: + 33 (1) 47 23 40 89



Fund Office United Nations

885 Second Ave, 26th Floor

New York, NY 10017

Tel: + 1 (212) 893-1700

Fax: + 1 (212) 893-1715

Retirado de http://www.imf.org/external/

Autismo

Descobri no blog Só Te Peço Cinco Minutos que hoje, dia 2 de Abril assinala-se Dia Mundial da Consciencialização do Autismo, por isso resolvi partilhar este excelente vídeo que recebi por mail.

30 março 2011

O desemprego felizmente vai aumentar

- Pois a concepção industrializada do emprego já não se justifica, está obsoleta, porque já temos tecnologia necessária para iniciar outra concepção do trabalho. A sociedade robotizada desde a nascença, lembremos que até os bebés já cumprem um horário, com objectivo de satisfazer o capitalismo moribundo, não faz qualquer sentido nem como seres humanos nem muito menos como seres animais. E este flagelo do desemprego irá se agudizar para que obrigatoriamente ou naturalmente se transforme a sociedade para melhor.

- Ah! Tu falas assim porque tens emprego.

- Não tenho por hábito dizer o que as pessoas querem ouvir.

27 março 2011

23 março 2011

Votar! Outra Vez

Votar outra vez, mais campanha eleitoral …



Ainda não respondi a esta pergunta dos Censos 2011:

21 março 2011

PEC IV

      E estava eu num fim-de-semana de repouso e de recarga de energia, onde o coitado do sofá paciente e grande amigo nos deixa adormecer, resolvi acender a televisão para ver as notícias, deparei-me com a crise política do PEC IV. Embora mudasse de canal lá estávamos nossos políticos a falar da crise e tal era o zumbido que já havia na minha cabeça que desliguei a televisão. Liguei o carro e ao som de música por mim seleccionada, dirigi-me até ao Bar com amigos para ler o diário e tomar o café. Quando entrei no bar estavam os mesmos a falar na televisão sobre a crise política.

     Se o PEC IV não passar na assembleia, terá de haver mais eleições. A oposição com firmeza dizia em tom já eleitoralista que iam chumbar o tal documento. Falava-se do PEC feito Já pela Alemanha. Politico, analista, comentaristas e economistas a transmitirem cenários de extrema dificuldade para os portugueses.
     Era tal o zumbido que me fez lembrar o mundial de 2010 e fez-me pensar.
     Perante esta crise e sabendo o povo que os políticos são o verdadeiro problema para Portugal e não a solução, eu já não convocava o FMI, mas sim pedia uma intervenção da NATO. O que estes partidos políticos estão a fazer ao povo português é um autêntico massacre. Um ataque militar cirúrgico, às quatro da manha, através de mísseis lançados por um submarino americano para os seguintes alvos: sede dos partidos políticos e órgãos de televisão, seria a solução.

Nota: se ficasse algum míssil podiam mandar para algum banco ou empresa publico-privada.

16 março 2011

Neve na Madeira: a pergunta que ninguém faz.



E se isto derrete todo numa hora de muita chuva, não será muita água para as ribeiras?
(20 de fevereiro de2010)

10 março 2011

O Nosso Nome

Miguel Unamuno
“Há quem use como um castigo o seu nome, como corcova que ao nascer lhe impuseram. Em rigor, devia aguardar-se que o homem desse os seus frutos para lhe se pôr um nome a ele ajustado ; enquanto não ostentasse carácter próprio não devia de ter mais que nome provisório ou interino.”    In Amor e Pedagogia – Nada Menos que Todo Um Homem de Miguel Unamuno.

24 fevereiro 2011

Carta ao treinador do Sporting

Caro treinador do Sporting e demais elementos do departamento de futebol.


        Qualquer treinador de bancada, qualquer praticante de futebol e qualquer pessoa que gosta de futebol, mesmo sem perceber de futebol vê os erros que a equipa do Sporting tem de emendar. O futebol é um desporto que apresenta regras básicas, elementares, vistas por qualquer cidadão.
        A equipa que ganha não se mexe e os jogadores que estão a jogar melhor devem jogar , independentemente de questões de relações pessoais e mesmo questões disciplinares internas. O exemplo de Vucevic e do Salomão que estão a jogar bem devem jogar, se tem problema disciplinar deve ser resolvido internamente, sem prejuízo da equipa.
       Para virar o resultado do jogo as substituições deverão ser feitas o mais sedo possível e não nos últimos 5 minutos como acontece com a entrada do Saleiro.
       Os jogos são sempre para ganhar mesmo que o empate possa vir a ser positivo, pois arrisca-se a perder .
       Os jogadores que falham tantos passes e golos devem nos treinos melhorar estas situações. Neste aspecto, a comunicação social fornece muitos dados que devem ser analisados e corrigidos em treino pela equipa técnico.
     Os livres e cantos são das jogadas que o Sporting produz muito, mas sem eficácia. Desta forma, os lances de bola parada devem ser treinados com mais frequência.
     O jogador nunca pode desistir da bola, atitudes de levantar os branços de protesto e/ou de desistência devem ser penalizadas internamente pela equipa técnica.
     Não podemos reclamar do plantel do sporting quando temos uma das melhores,ou mesmo a melhor,escola de formação do mundo.
     Poderia ainda acrescentar muitas e outras boas atitudes ( esforço e dedicação) do atleta sportinguista e regras básicas do futebol já muito estudadas, que para as quais a equipa técnica do Sporting não corrige, durante a semana de trabalho.


Texto enviado para : apoioclientescp@sportmultimedia.pt


Obrigado pela mensagem que enviou para o Site Oficial do Sporting Clube de Portugal

14 fevereiro 2011

a imaginação - Montaigne

Parei na página 55 dos Ensaios de Montaigne


Fortis imaginato generat casum (uma imaginação robusta produz os acontecimentos)

“ A impressão da minha fantasia afecta-me e ponho todo o esmero e cuidado em fugir-lhe, por carecer de forças para resistir ao seu fluxo”

“ Não me parece extraordinário que a imaginação, só por sim, produza febres e morte naqueles que não sabem contê-la. “

Até onde pode a imaginação nos levar, quantas e quantas coisas podemos imaginar ficção ou realidade, do perverso ao sensato, quais são os limites do imaginário. Mais do que o sonho de Gedeão, mais do que a arte de Picasso, mais do que super-homens e homens aranhas , a nossa imaginação supera-os a todos. Guardados nos nosso segredos, temos imaginado e continuamos a imaginar coisas que nem lembra a ninguém.

A imaginação é um mundo infinito onde todos é possível, em que por vezes temos de fugir e conter.

Bem tenho de ir trabalhar…

04 fevereiro 2011

02 fevereiro 2011

o castro e o seabra

A histório do Castro e de Seabra, que nem D.Pedro e Inês,ainda continua nos meios de comunicação social. O grande problema social de portugal da actualidade. Vamos mobilizar movimentos sociais de luta e revolução para ajudar estes duas grandes entidades,um agora em cinzas o outro está preso. Programas da manha e da tarde com comentadores e especialistas a falar de cinzas.
A ferro e frio diria:
1. Uma Briga entre homesexuais termina com  um morto  e outro preso. ( ponto Final)


Os portugueses não merecem isto.
Haja paciencia para este pobre jornalismo.

01 fevereiro 2011

Sinapses

              Definitivamente, a imaginação apodera-se de tal forma do raciocínio lógico-dedutivo que não consigo pensar como deve ser, na mente surgem discrepâncias assertivas onde passo a passo percorrem os neurónios as imagens espalhados pelo tempo descontinuo,  sinapses confusas e  enigmáticas  suportadas pela  dureza do infinito, nem a perícia do desconforto consegue descarrilar as ideias nas linhas do sono, não consigo adormecer.        

19 janeiro 2011

mais de metade dos portugueses( 51%) confiam no Sistema Educativo.



Chegou  agora a altura dos pessimistas se tornarem optimistas e os optimistas tornarem-se pessimistas.

18 janeiro 2011

"Mais de 90% dos alunos portugueses afirmaram ter uma imagem positiva dos seus professores!"

Domingo, 9 de Janeiro de 2011


Uma Ovelha Negra Não Estraga o Rebanho


No meio da crise sócio/económica e do cinzentismo emocional instalado no país há vários meses, eis que o relatório PISA trouxe algumas boas evidências para Portugal.

E a melhor de todas, a que considero verdadeiramente paradigmática, foi omitida pela maioria dos órgãos de comunicação social: Mais de 90% dos alunos portugueses afirmaram ter uma imagem positiva dos seus professores!

O relatório conclui que os professores portugueses são os que têm a imagem mais positiva de entre os docentes dos 33 países da OCDE, tendo em 2006 aumentado 10 pontos percentuais.

O mesmo relatório conclui que os professores portugueses estão sempre disponíveis para as ajudas extras aos alunos e que mantêm com eles um excelente relacionamento.

Estas evidências são altamente abonatórias para os professores portugueses e deveriam ter sido amplamente divulgadas pelos órgãos de comunicação social ( e pelos habituais "fazedores de opinião" luxuosamente remunerados que escrevem para os jornais ou são comentadores na rádio e na televisão) que ostensivamente consideram que os professores do ensino básico e secundário uma classe pouco profissional, com imensos privilégios e luxuosas remunerações...

Uma classe profissional que deveria ser acarinhada e apoiada por todos, que deveria ter direito às melhores condições de trabalho (salas de aula, equipamento, formação, etc.) e que tem sido maltratada pelo poder político e por todos aqueles que tinham o dever de estar suficientemente informados para poder produzir uma opinião isenta para os demais membros da comunidade.

Ao conjunto destas evidências acresce outra, onde o papel do professor é determinante: a inclusão.

O relatório revela-nos que Portugal é o sexto pais da OCDE cujo sistema educativo melhor compensa as assimetrias sócio/económicas!

E ainda refere que o nosso país tem a maior percentagem de alunos carenciados com excelentes níveis de desempenho em leitura.

Nada acontece por acaso! Os professores portugueses são excelentes profissionais, pessoas que se dedicam de corpo e alma aos seus alunos, mesmo quando são vilipendiados e ofendidos por membros de classes profissionais tão corporativistas (ou mais!) que a dos professores!
Como diz a quase totalidade dos alunos, os professores são excelentes pessoas que estão sempre disponíveis para ajudar os seus alunos. Esta é que é a realidade dos professores das escolas do ensino básico e secundário! Obviamente que, como em todas as demais classes profissionais, haverá excepções à regra, aqueles que não cumprem, não assumem as suas responsabilidades, não justificam o ordenado que recebem. Mas, assim como uma andorinha não faz a primavera, também uma ovelha negra não estraga um rebanho.

Pergunto: porque se escondem os arautos da desgraça, detentores da verdade absoluta, que estão sempre na linha da frente para achincalhar os professores do ensino básico e secundário. Estranha-se o silêncio.

Margarida Rufino in Jornal de Cascais



SOLICITA-SE DIVULGAÇÃO:

RE-ENVIA ESTA PARTE DA VERDADE, SEMPRE OCULTADA PELO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO

17 janeiro 2011

senhor presidente não se esqueceu de nada?

- EI, OH Senhor presidente do Sporting, José Eduardo Bettencourt esqueceu-se de levar estes três:



- Costinha
- couceiro
-Paulo Sérgio

12 janeiro 2011

Cérebro herbívoro

                  O cérebro deve funcionar como o aparelho digestivo dos herbívoros, que após receber a informação deve remoê-la, ou seja, os herbívoros, tais como os bovinos, comem a erva e digerem-na duas vezes, o bolo alimentar do estômago volta outra vez à boca para ser de novo mastigado. Assim, deverá ser o funcionamento do nosso cérebro, devemos de receber a informação e tratá-la duas vezes. Com a proliferação e a agressividade de conteúdos, devemos a priori duvidar da informação recebida, de modo a que não sejamos levados a enganos, a precipitações e a arrebanhamento, perdendo a nossa identidade e a nossa opinião própria e consolidada.