04 maio 2011

(desa)bafo

Peçam-me para fazer de palhaço
ou mesmo de bobo da corte,
posso fazer cambalhotas e mesmo o pino,
 até sei rugir como um leão,
 mas não me peçam para fazer coisas só para “inglês ver".

7 comentários:

Catarina Reis disse...

Bem dito... quem fala assim é português. Beijos

M. disse...

Deixa pedir. E não faças:)

Amapola disse...

Boa tarde.

Adorei!!
Gosto de transparência... De cartas na mesa.

Um grande abraço.

TERESA SANTOS disse...

Mas agora não se faz outra coisa!...
Há escapatória?
É dificil fugir a "esse fado"!

Fê-blue bird disse...

Junto-me ao seu (desa)bafo :)
Bjos

Jose Ramon Santana Vazquez disse...

...traigo
sangre
de
la
tarde
herida
en
la
mano
y
una
vela
de
mi
corazón
para
invitarte
y
darte
este
alma
que
viene
para
compartir
contigo
tu
bello
blog
con
un
ramillete
de
oro
y
claveles
dentro...


desde mis
HORAS ROTAS
Y AULA DE PAZ


COMPARTIENDO ILUSION
MANJEDOURA

CON saludos de la luna al
reflejarse en el mar de la
poesía...




ESPERO SEAN DE VUESTRO AGRADO EL POST POETIZADO DE MEMORIAS DE AFRICA , CHAPLIN MONOCULO NOMBRE DE LA ROSA, ALBATROS GLADIATOR, ACEBO CUMBRES BORRASCOSAS, ENEMIGO A LAS PUERTAS, CACHORRO, FANTASMA DE LA OPERA, BLADE RUUNER ,CHOCOLATE Y CREPUSCULO 1 Y2.

José
Ramón...

Janita disse...

Não sei bem se junte o meu
(desa)bafo ao seu, só o bafo ou o (desa)cordo.
Atão, rugir como um leão, fazer de palhaço e bobo ( agora não temos Corte)dar cambalhotas e fazer o pino, são coisas que se fazem pra quê?
Já sei! Pra português ver...