26 maio 2011

Revolução Real, Já ... em Portugal também.

Em Portugal




Continuamos a olhar para pesados pesos

Espantados a ver o Canal na tribo perdido

À espera do último a sair

E a olhar para os nabos nos mercados

Prometendo lebres

3 comentários:

M. disse...

lol

Cada vez gosto mais de ti...

Com forma e conteúdo...Gosto muito!

atascadotijoao disse...

Bem precisamos :)

Rogério Pereira disse...

Na Primavera do nosso descontentamento é necessário
multiplicar o grito... e a reflexão. Que todos os caminhos sejam percorridos... Os distraidos terão de perceber que algo de anormal se está mesmo a passar...