29 janeiro 2008

AMIGOS

24 janeiro 2008

Um pensativo cigarro

Se o director da ASAE( Autoridade da Segurança Alimentar e Económica , primeiro responsável pela aplicação da proibição ao fumo em locais públicos pode fumar no casino, o Alberto João Jardim, presidente do Governo Regional da Madeira pode fumar no restaurante, os deputados da Assembleia da Republica, que deviam ser os primeiros a dar o exemplo, podem fumar na varanda da Assembleia, embora legal, porque é que eu, manjedoura, simples e pacato cidadão do mundo, tenho de cumprir a lei?

17 janeiro 2008

Afunilamento


O Irritante barulho do ditador despertador acorda Fernando para mais uma jornada. Já frente aos espelho surge-lhe o cansaço matinal e depois de lavar a cara, Fernando pensou na vida.
Todos os dias a mesma coisa, sempre a mesma rotina, é injusto e desumano. Mecanismo diários que já começam na tenra idade com o aparecimento das creches , duma violência extrema exigida pelos caprichos da modernidade. Infantários e escolas comandados por ponteiros e gradeamentos batem-nos com as esporas e colocam-nos garrotes para o resto da vida. Bem! Está na hora, tenho de ir para o trabalho.

13 janeiro 2008

Para quando o novo aeroporto em Lisboa?


A grande pergunta a fazer sobre o novo aeroporto de Lisboa, não é onde fazer, nem como construir, mas sim quando é que estará pronto?
Há cerca de 10 ano foi pensado construir o aeroporto na Ota e andámos até hoje a discutir , a analisar, a fazer estudos técnicos e ambientais, a dar pareceres, a criar comissões para agora fazê-lo noutro lugar. Acho que não é necessário tanto tempo para fundamentar decisões técnicas, teóricas ou políticas. Agora, não fazendo na Ota, o Governo tem de recompensar os autarcas da zona oeste. Então , esta primeira parte/Ota foi para os apanhados!
Estamos em Janeiro de 2008 e parece que o novo aeroporto será construído em Alcochete, na Margem Sul, juntamente com uma nova travessia do Tejo. Será que agora segue-se 10 anos de discussões, estudos , comissões, orçamentos, debates e aprovações para em 2018 lançar o concurso público para a construção efectiva do novo aeroporto, ou este Governo irá a curto prazo desempenhar um dos poderes para o qual foi eleito: poder executivo, executando o projecto do novo aeroporto de Lisboa.
Assim, pelas minhas contas de simples cidadão e percebendo um pouco da burocracia e do funcionamento das instituições em Portugal , prevejo a inauguração do novo aeroporto de Lisboa para no mínimo dos mínimos em 2025 com uma derrapagem orçamental do costume . Nesta previsão excluo a hipótese de uma mudança de governo trazer alterações profundas, tais como, não fazer o aeroporto.
E Portugal é isto, passamos demasiado tempo ( 20 anos) a discutir, a analisar, a estudar e a comentar uma grande obra de interesse para o país que ainda está para fazer e depois ficamos admirados e tristes por estarmos na “cauda” da Europa. Aguardemos, também, pela questão do TGV.

03 janeiro 2008

Anona

A propósito do proibido fumar.
Antes de mais concordo com a lei aplicada a partir do dia 1 de Janeiro de 2008. Acho que a lei terá um efeito prático nas pessoas que querem deixar de fumar. A lei tornará espaços públicos, bares, restaurante e outros mais saudáveis. Acredito, também, que a aplicação da lei será eficiente, pela bom civismo dos fumadores e não pelo apontar do dedo dos não fumadores.
Sendo uma lei uma medida política deverá apontar para diversos aspectos do tabagismo. Pergunto pelas campanhas de prevenção, onde estão as acções de sensibilização nas escolas contra o tabaco e será que os fumadores podem ter direitos?