12 janeiro 2011

Cérebro herbívoro

                  O cérebro deve funcionar como o aparelho digestivo dos herbívoros, que após receber a informação deve remoê-la, ou seja, os herbívoros, tais como os bovinos, comem a erva e digerem-na duas vezes, o bolo alimentar do estômago volta outra vez à boca para ser de novo mastigado. Assim, deverá ser o funcionamento do nosso cérebro, devemos de receber a informação e tratá-la duas vezes. Com a proliferação e a agressividade de conteúdos, devemos a priori duvidar da informação recebida, de modo a que não sejamos levados a enganos, a precipitações e a arrebanhamento, perdendo a nossa identidade e a nossa opinião própria e consolidada.

6 comentários:

Luís Coelho disse...

Bom dia
Parece-me bem esta tua sugestão.
Para as políticas que nos vendem actualmente nem dá para mastigá-las uma vez. Sentem-se logo vómitos.....

Parece que todo o mundo endoidou de vez. Continuam a correr a aplaudir as "caganeiras" de políticos sem sentido de estado nem vergonha pelo que já nos fizeram sofrer.

Este mundo de palavras com que nos vendem ilusões...há-de acabar....

Voltarei a passar por aqui se não te for desagradável.

Tulipa disse...

Tens toda a razão, deviamos sempre conseguir fazer isso. E a comparação não poderia ser melhor escolhida. kiss

Catarina Reis disse...

É uma observação pertinente, tens toda a razão, mas poucos são os que conseguem chegar lá. Pensar muito bem primeiro e só depois agir.
Beijos

FMF disse...

Hoje já ninguém está para pensar. É tudo sevido de bandeja. Vem a bandeja e cada um petisca de acordo com a cor preferida. Depois queixam-se...

Janita disse...

Ah...como eu gostei de ler isto! E como seria bom que toda a gente pensasse e agisse assim.

Só que nos tempos que correm, ninguém se quer dar ao trabalho de mastigar, quanto mais remoer as informações e propagandas com que os querem arrebanhar!!!!

Sabes uma coisa?? Foi pena não te teres candidatado à PR pela Madeira.
Eu votava em ti!
Janita

polittikus disse...

Um bom conselho. Mas filtrar toda a informação é díficil...