30 março 2011

O desemprego felizmente vai aumentar

- Pois a concepção industrializada do emprego já não se justifica, está obsoleta, porque já temos tecnologia necessária para iniciar outra concepção do trabalho. A sociedade robotizada desde a nascença, lembremos que até os bebés já cumprem um horário, com objectivo de satisfazer o capitalismo moribundo, não faz qualquer sentido nem como seres humanos nem muito menos como seres animais. E este flagelo do desemprego irá se agudizar para que obrigatoriamente ou naturalmente se transforme a sociedade para melhor.

- Ah! Tu falas assim porque tens emprego.

- Não tenho por hábito dizer o que as pessoas querem ouvir.

5 comentários:

FMF disse...

Uma teoria interessante, sem dúvida.

Catarina Reis disse...

Uma teoria bem real. Bjs

Fê-blue bird disse...

Nunca tinha pensado nisto, até está lógico :D
Tenho uma pequena lembrança no meu blogue para os amigos,acho que ficaria muito bem aqui.

bjos

Janita disse...

Isto é que é filosofar bonito, sim senhor!
Desemprego, logo, regresso aos campos e ao amanho da terra.
Aos trabalhos artesanais: cesteiros, abegães, latoeiros, costureiras, alfaiates, rendeiras e bordadeiras. Logo, vidinha calma, humanizada, sem stress.
Para que se conquiste uma sociedade melhor, é necessário que haja um retrocesso no tempo.
É isto...?
Bjo
Janita

M. disse...

Isto parece a tese do Agostinho da Silva:9

À caminho de uma sociedade do lazer:)