17 abril 2011

FMI /Partidos Politicos - Negociata

      O que o FMI veio a Portugal fazer é um mero negócio, em que nos vai emprestar dinheiro para comprarmos os produtos aos países que suportam financeiramente esse Fundo. Milhões de euros para comprarmos submarinos, carros, computadores, telemóveis, todos os produtos do norte da Europa ( reparem na origem dos produtos que compramos ) e ainda vamos ter de pagar a divida. A margem de negociação política é não nos tire as nossas mordomias e luxos, ou seja, os partidos políticos irão concordar com estas condições: - não mexam nos nossos ordenados , não nos tirem os carros de luxo, motorista e batedores , não retirem o financiamento aos partidos, não retirem os complementos de representação , não mexam nas nossos reformas, não mexam nos ordenados dos nossos amigos que se encontram nas empresas público-privadas .
      E assim é feito o acordo com o FMI, ficando depois os políticos com a ajuda da comunicação social, de incutir no povo a necessidade de fazer sacrifícios que sempre viveu acima das possibilidades. O Povo como é sereno e acredita nas novelas vai continuar a suportar as austeridades por mais uns bons anos.
      Em suma um grande negócio.

5 comentários:

amsf disse...

Sim, a culpa é dos Alemães que produzem mais do que consomem enquanto que os portugueses consomem mais do que produzem! Já ouvi essa anedota da boca do Freitas do Amaral e não me deu vontade de rir pois significa que não percebem o que se passa!

Resumindo: a culpa é sempre dos outros! O UI também segue essa filosofia.

Dito isto é preciso a opinião pública se mobilizar contra a banca se uma parte do empréstimo do FMI for canalizado para a dita cuja. Defendo a falência do banco que não se aguentar, a venda do património do banco em questão, o reembolso dos depositantes com a receita da venda e a activação da indemnização estatal aos depositantes (só até 100.000 euros). Os accionistas tenham paciência pois terão que suportar as suas más decisões de investimento pois quando tiveram lucros "privatizaram-nos" achando-se investidores melhores que os outros.

M. disse...

Que não haja dúvidas: o FMI está cá para garantir que Portugal pague as suas dívidas. Os portugueses que se lixem.

Temos culpa, claro que temos, mas foi a Alemanha, França e Inglaterra, mais os EUA que nos venderam à globalização. Em troca continuam a vender os produtos deles...

FMF disse...

Concordo em que somos uns verdadeiros "ases" em deitar a culpa para cima dos outros. Tivessemos, todos, tido atenção e bom senso e nada disto tinha acontecido.

TERESA SANTOS disse...

Alguém tem culpa de que sejamos uns "tótós"?
Então?...
Então, amargamos e cara alegre!

(Cara alegre é mais difícil, mas faz-se um esforço!)

Campista selvagem disse...

NÃO PAGUEM...
Basta deixar de pagar, devolvam os barquinhos do Portas,e não comprem o que é obsoleto, cada um de nós em sua casa compra o que precisa e perante o dinheiro que tem, se não temos não compramos, se nos imposer-mos eles que vendam á china ou aos americanos, que arranjem mais uma guerra, como é hábito quando têm excesso de armas,porta aviões...