29 dezembro 2010

Conversas entre o ano 2011 e o ano 2010

“ O Ano Velho (1871, 2010) recolhia-se: estivera trezentos e sessenta e cinco dias em remontes das botas; tinha os dedos queimados do cigarro e trocava o B pelo V; levava o estômago estragado da mesa do hotel; ia ressequido da falta de banhos; palitava os dentes com as unhas; sabia ajudar à missa; assoava-se a um lenço vermelho; perguntava a todo o propósito que há de novo? E era reformista alusitanado . – O Ano Novo (1872, 2011) vinha da frescura do céu.


Então cumprimentaram-se. (…) (começam a conversar)

( Ano Novo) _ Pertencer a um partido, meu amigo, vem a ser?...

(Ano Velho )_ É meter-se a gente num ónibus - que leva aos empregos - e a que puxa o chefe de partido, sempre com o freio nos dentes!

_ Ah! Meu amigo pelo apetite da gente, esse país é – férreo. E a questão de fazenda, dizia…

_ É uma espécie de nó que todos, um por um, são chamados a desatar – e que cada um aperta mais.

(…)

_ Ainda bem, ainda bem! Fale-me então do povo.

_ Oh o povo! É um boi que em Portugal se julga um animal muito livre porque lhe não montam na anca, - e o desgraçado não se lembra da canga!

(..)

_ E a diplomacia desse país?...

_ Cada governo, meu amigo, costuma mandar como embaixadores para fora aqueles que ele não quer ver dentro como chefes de oposição parecendo-se assim com aqueles criados que os companheiros mandam espreitar para a sala, - para comerem mais à vontade na cozinha.

(…)

_ Oh! Bom Deus, voltemos às generalidades: o país é rico?

_ Portugal, meu caro, é um país que todos dizem que é rico, povoado por gente que todos sabem que é pobre.

- Mas a agricultura, Senhor?

_ A agricultura aqui é a arte de assistir impassível – ao trabalho da natureza.

(…)

_ Em resumo _ qual é a sua opinião sobre o país?

_ É um país geralmente corrompido – em que aqueles mesmos que sofrem não se indignam por sofrer." (…)



In As Farpas de Eça de Queirós e Ramalho Ortigão, 1872

4 comentários:

Fê-blue bird disse...

1872 tão actual como agora!
Excelente escolha!
Até ao ANO NOVO!!!

Beijinhos

Pink disse...

Assim diz a letra de uma música aqui no meu país:

"A minha alma está armada e apontada para cara do sossego..."

O problema as vezes nem é tanto a crise, mas esse sossego... sei bem o que ele significa para um país, pois sinto na pele as consequências dele todos os dias.

Parabéns pelo post.Bjs

Lobo da Gardunha disse...

Visito o v/blog pela primeira vez.
Gostei e vou voltar.^
Na despedida dêem um forte chuto no fundo das costas do "velho ano" (não deixa recordações) e quando chegar o bébé (2011) levantemos a taça de champagne(ou um copo de bom tinto) e brindemos .
Um Bom novo ano para vós

tukakubana disse...

O "velho" já lá foi mas ainda vou a tempo de desejar um Bom Ano.