28 maio 2010

Selecção Vuvuzela

No meio deste estado social em crise, a comunicação social e sobretudo a televisão, cuja a morte já está anunciada pela INTERNET, no seu papel de entreter o povo vem agora com as novelas da selecção nacional, com directos, com especiais, com publicidade, com músicas e com outras tretas. Pois, antes de começar o mundial já estou farto da selecção nacional. Digo mais, quero lá saber se o Miguel Veloso jogo a Playstation, se o quarto dos jogadores é verde ou branco, se comem bacalhau ou couves, se o treinador joga bilhar ou se o Simão toca vuvuzela.
 Eu quero saber é se a equipa joga à bola e dignifica a Selecção.


Depois, em tempo de sacrifícios quanto gasta a selecção neste Mundial? (com as estrelas que a selecção tem devem de tirar lucros.)

Com estas palhaçadas da televisão, será que o poder enconomico-politico prepara-se para roubar mais ao povo enquanto este está entretido com a selecção?

7 comentários:

Catarina Reis disse...

Concordo perfeitamente contigo... que desperdício.
Bjs Catarina

FMF disse...

A tradição ainda é o que era. Estou a lembrar-me que em Portugal sempre nos guiámos pelos 3 efes...

Tulipa disse...

Não tenhas dúvidas, distraem-nos enquanto preparam aquelas grandes decisões que só a nós nos interessa e que nos passam ao lado enquanto gritamos Portugal!

Fê-blue bird disse...

Tudo isto é para entreter o Zé mas acho que ele já está farto de ser "entretido" ;-)
Quando começo a ver os jornalistas com aquelas conversas sobre o que eles comem e vestem e ...fecho logo a televisão.
Não há pachorra!
Bom fim de semana!

pink poison disse...

A mim ninguém pergunta o que como, e eu posso ser tão incrível como eles... Depois há o incrível de ganharem €800 por dia, op que é GOZAR e ENXOVALHAR a classe trabalhadora deste país.
A vuvuzela, garanto-vos que se eu quiser dormir e não conseguir, chamo as autoridades. Acho-a um insulto, aliás criei um post dedicado ao assunto no meu blog, a quem quer dormir, a quem não liga a futeboal e aos mais idosos. E um euro, meu deus, todos os euros gastos nas merdas das vuvuzelas davam para muitos apoios sociais.
Beijo

Anónimo disse...

Tá certissimo o seu texto!
Mas alguém se importa com os hobbies dos jogadores???!!!
O importante é não se armarem em estrelas e jogarem bem, de modo a dignificarem o nosso país!
O resto é exibicionismos e tretas!
MFCC

Teófilo Silva disse...

E não é dessas tretas que eles vivem?
Repare-se só nesta enorme treta chamada Vuvuzela...
E lá andam eles com a gaita da GALP na boca...