24 junho 2007

planta - pepino

Dois amigos amigos passeavam pela estrada, percorrendo o seu caminho e falando sobre o trabalho e as suas dificuldades e as vantagens. O sol batia-lhes na testa como quando se aponta uma lupa ao papel para ver se o reflexo do sol pega lume. Derramava-se o animo do trabalho pela estrada abaixo, mas apresentava-se a fome na paisagem vindoura.
Passado algum tempo, os duas amigos encontraram uma árvore cheia de frutos e a vontade fez com que os dois fossem apanhar alguns frutos.
Um deles desloca-se até à árvore apanha alguns frutos de modo a saciar a sua vontade e continua a sua caminhada.
O outro amigo , com grande vontade e confiança , desloca-se em direcção à árvore e com um impulso decide sacudir a árvore. Esta estratégias fez com que os frutos obedecessem à teoria da gravidade, caindo alguns na sua cabeça e outros espalharam-se pelo chão.
Enquanto o primeiro amigo continuava no seu percurso calmamente, o outro deparou-se com outros afazeres tais como o trabalho de recolher todas as frutas com uma extrema dor de cabeça.

4 comentários:

Anónimo disse...

força continua

Rodrigo disse...

Oi, achei teu blog pelo google tá bem interessante gostei desse post. Quando der dá uma passada pelo meu blog, é sobre camisetas personalizadas, mostra passo a passo como criar uma camiseta personalizada bem maneira. Até mais.

Anónimo disse...

Não faz mal, a lei da gravidade e a lei da relatividade explicam muita coisa...
Tudo o que cai é grave (gravidade!)
Tudo o que existe é relativo, só existe porque outro existe (relatividade).
Mas conclusão: Ele ficou com os frutos e com a dor nesse dia... e provou as 2 leis ao mesmo tempo...
MFCC

Anónimo disse...

A propósito o que faz aqui a "camiseta personalizada" do Rodrigo??
As personalizadas que eu tive, tricotei eu...
MFCC