05 junho 2012

Permitam-me por um momento e sem qualquer razão aparente lembrar Salazar

Permitam-me por um momento e sem qualquer razão aparente lembrar Salazar: «Hei-de virar e sacudir as algibeiras antes de deixar o poder. Dos meus anos passados, nem sequer levarei a poeira» 


SALAZAR CORTA 25% AO PRÓPRIO VENCIMENTO PARA DAR O EXEMPLO.



E permitam também pelos mesmos motivos despedir-me com um Até Amanhã Camarada.

9 comentários:

Tio do Algarve disse...

Nesse tempo o exemplo vinha de cima!

Rogério Pereira disse...

Estou pronto para regressar:
À clandestinidade
À quarta classe de ensino obrigatório
Aos crucifixos espetados na parede
À separação de meninas e meninos, nos diferentes ensinos.
Aos limites razoáveis de longevidade (o que os velhos hoje vivem é uma eternidade)
Às parideiras a terem as crias, nas traseiras.
Ao trabalho dado na praça
À jorna, de sol a sol, paga à semanada
Aos exemplos exemplares da ditadura

Estou por tudo, se me acompanhar nesse estar

Ah, duvido que o comentário nesse pedaço de jornal, tenha sido escrito por uma mulher...

mfc disse...

Os "déja vu" que sabemos muito bem onde conduziram!!

Janita disse...

Olá Mangi.
Ora aí está um exemplo que a maralha do governo e similares, devia seguir...

Pois então, até amanhã camarada!

Beijinhos.

AvoGI disse...

se eu desse 25 por cento do meu orçamento andava de porta em porta a pedir , depois.caramba faz-me falta
kis :=)

Janita disse...

Bom fim de semana também para ti, Mangi.

Cuida da tua horta, mas não trabalhes demais...arranja um tempinho para ires até à praia.
Beijinhos.

Janita disse...

Olá Mangi.

Já que não vim desejar-te bom fds, venho agora desejar que tenhas uma boa semana de trabalho e se possível, algum lazer.

Beijinhos.

Maria Luisa Adães disse...

Interessante, sem interesse, a volta que se deu neste instante.

Até dá vontade de o trazer...

Maria Luísa

mfc disse...

Mais do mesmo?!
Não... obrigado!

O mau gosto tem limites.