03 agosto 2009

Zeca Afonso 80 anos

4 comentários:

Dylan disse...

"O músico poeta"

Quando passam 80 anos sobre o nascimento do músico José Afonso, é bom relembrar às actuais gerações quem foi o genial poeta que renovou o conceito de música popular portuguesa.

Mais do que um mero activista de esquerda, lutou pelos oprimidos com total desprendimento material. Era um homem simples, dispensava a formalidade do traje académico e o estatuto de vedeta. Adorava o contacto com a natureza, e acima de tudo, o conceito de liberdade, pois só assim se pode explicar a sua não filiação em partidos políticos e a consequente imposição de amarras ideológicas.

Nunca esqueceu o grande amor da sua vida - Coimbra. Foi detido várias vezes e impedido de praticar a docência só porque manifestava a sua opinião crítica. Mas como disse o Zeca, "não me arrependo nada do que fiz".

Anónimo disse...

Zeca Afonso ligado a nossa liberdade e sempre expressando o que le ia na alma.
A frase não é dele mas aqui vai "Não há machado que corte a raíz ao pensamento, não há morte para o vento..."
E Galileu foi obrigado a dizer publicamente que o Sol é que se movia ao redor da Terra, mas disse em voz baixa "mas no entanto a Terra move-se ao redor do Sol" Disse e contradisse...
Assim fizeram os grandes vultos históricos e culturais, não como certos mari...
MFCC

Anónimo disse...

Alguém comentou ESTA NOTICIA que saiu no DN?

http://www.dnoticias.pt/default.aspx?file_id=dn04010103200809

Política

PS não aproveita maioria em Santana
Data: 20-08-2009
A bronca poderia ter sido maior do que viria a acontecer se o PS tivesse aproveitado, pela primeira vez, a maioria na Câmara Municipal de Santana. Com dois vereadores do PS contra um do PSD, os dois autarcas socialistas não só não aproveitaram a sessão para apresentar propostas do caderno eleitoral socialista, como ainda votaram a favor do único vereador social-democrata.
O imbróglio poderia ter custado caro ao PSD, precisamente porque o presidente, Carlos Pereira e o vice-presidente, Arnaldo Teixeira (ambos em gozo de férias) faltaram à reunião marcada para a manhã de ontem deixando aos autarcas do PS a maioria no executivo.
'Chumbo' esteve à vista
Uma situação que poderia ter como consequência na gestão autárquica o 'chumbo' nas quatro propostas apresentadas sob a iniciativa da vereação do PSD, incluídas na ordem de trabalho.
Adelino Silva e Dulce Pacheco assim não entenderam, votando ao lado do único vereador do PSD presente. Inclusive no período antes da ordem do dia, que está aberto à apresentação de iniciativas várias, os dois vereadores limitaram-se a relembrar a necessidade de efectuar a limpeza do ramal de acesso à Fajã de Dentro, na Freguesia de São Jorge, obstruída com pedras que se desprenderam da encosta. Nesta oportunidade de 'ouro' para ver aprovadas algumas das propostas, Adelino Silva, líder da bancada socialista na autarquia, disse depois da reunião ao DIÁRIO que não só acha "normal" a ausência dos dois elementos social-democratas, como ainda assegurou que esta não foi a primeira vez que tal aconteceu na Câmara Municipal de Santana.
Reunião atrasa 30 minutos
Marcada a reunião para as 10 horas, José António Freitas, o terceiro da lista de Carlos Pereira, tentou prolongar por meia hora no sentido de esperar pelo colega de vereação. Mas Teixeira não compareceu mesmo deixando a 'batata quente' nas mãos do também comandante dos bombeiros de Santana.
Isolado, José António de Freitas conseguiu mesmo assim ver aprovadas três iniciativas. A única que não mereceu aprovação deveu-se justamente à apreciação do pedido feito pela 'sua' Casa do Povo de Santana. A proposta serviria para custear a viagem ao Porto Santo para 11 elementos do Grupo de Teatro, num custo de 52,00€ por pessoa.
Curiosamente, a proposta não passou porque o vereador também é presidente da colectividade. Um acto prontamente detectado pelos três vereadores e por Duarte Pontes, que secretariava a reunião de ontem. A falta de quorum impossibilitou assim qualquer deliberação em relação áquela iniciativa.
3.750€ para viagem
Entre as propostas aprovadas encontra-se o pedido feito pela Associação dos Lírios do Norte de um apoio financeiro para custear as viagens aéreas de 25 elementos do grupo numa digressão a Canárias nos dias 30 de Agosto a 4 de Setembro. Foi atribuído um subsídio de €150 por pessoa, num total de €3.750,00. O plano de contingência para manutenção dos serviços autárquicos a propósito do gripe A e a aprovação de um requerimento para substituição de uma viatura foram outras matérias igualmente aprovadas pelos três vereadores, com o PS em maioria.

Victor Hugo
COMENTÁRIO DO FREITAS:
É TUDO FARINHA DO MESMO SACO!
AFINAL DE CONTAS O PS ERA QUEM DETINHA A MAIORIA NESSA REUNIÃO E APROVOU UM SUBSIDIO DE MAIS DE 3000 EUROS A UM GRUPO DE 25 PESSOAS
QUE VÃO DE FÉRIAS ÀS CANÁRIAS! FERIAS DIGO BEM! É PORQUE NÃO SE TRATA DE QUALQUER INTERCÂMBIO CULTURAL! E MAIS GRAVE: NESSAS 25 PESSOAS
VÃO DE VIAGEM A ESPOSA, FILHO E TIA DO SENHOR VEREADOR ADELINO SILVA, O QUAL SE JULGA DETENTOR DE TODAS AS LEGALIDADES! PUDERA, ASSIM ATÉ EU!
sE CALHAR AGORA VAI DIZER QUE PAGOU OU VAI PAGAR AS VIAGENS DOS FAMILIARES! FICA-LHE BEM, POIS FICA!
SÃO ESTES OS CANDIDATOS DA OPOSIÇÃO QUE TEMOS?
MELHOR É DEIXAR AS COISAS COMO ESTÃO.

manjedoura disse...

sou de santana e não sabia de nada.
pelos vistos ...
vou continuar
de férias.
e se pudesse tirava férias para sempre