09 abril 2009

Regenerar


Regenerar implica cavar fundo, arrancando o mal pela raiz e se calhar a crise em que vivemos, não digo a crise financeira porque essa resume-se à queda do capitalismo, mas a crise de valores humanos só pode ser tratada pela raiz, regressando às nossas origens e ao que temos de bom, procurando como pessoa ou como grupo o que temos de genuíno e sobretudo humano.

3 comentários:

Anónimo disse...

Ao tempo que eu quero que a Crise de Valores Humanos seja tratada, esta está doente!
Eu felizemente dou valor às pessoas por aquilo que são e não por aquilo que têm ou aparentam ter.
Vivemos num mundo de ilusões...
Mas sabem, quem está a viver a Crise de Valores Humanos nem chega a ter culpa... Somos vitimas das circunstâncias e do sistema de educação.
Sabem o que tem de mudar 1º?
- As mentalidades, abrir a mente e aceitar tudo o que é novo e velho igual e diferente, e acima de tudo isto acreditar que Deus existe!
Abrir as mentes é: aceitar as coisas e pessoas tal como elas são, não seguir "modas", até porque não nos trás liberdade, não temos escolha próprias, é seguir os outros... e os gostos dos outros.
Graças a Deus fui educada de um modo onde os valores como: moral, ética, respeito e aceitação são uma constante.
A raíz desta Crise de Valores Humanos (para mim) está no sistema educativo, onde a competição por saberes livrescos, estatisticas (médias) estão acima de tudo (não se olha a meios para a tingir fins) e ninguém se dá ao "trabalho" de "conhecer/saber" alguém como ser humano. Neste assunto quem nos dá 1 "baile" é o Augusto Curry nos seus livros onde ele afirma que para haver uma mundaça social e económica positiva, tem de haver uma mudança do mundo materialista para o mundo espiritual e psicológica.
Como se explica que os seres desta geração (actuais teenagers) que têm muito mais do que nós tivemos, andem sempre INSATISFEITOS???
E nós?
- Nós sem: brinquedos sofisticados, iogurtes, papinhas cerelac, fraldas descartaveis, playstations, infantários, etc. eramos felizes e
SATISFEITOS!
Tinhamos valores (respeito) e saber ao mesmo tempo, havia competição, mas também havia reconhecimento e não como agora... Só porque és filho de fulano e cicrano tens boa nota...
Eis o meu desabafo insuficiente mas... um alívio!
MFCC

manjedoura disse...

é suficiente: o mundo é uma pessoa e quando mudamos uma pessoa estamos a mudar o mundo.

Anónimo disse...

Somos já 2 a mudar o mundo!
MFCC